Descubra a hitória

Chakall

Descubra a hitória

Nasci em Tigre, Buenos Aires, a 5 de Junho, numa noite de inverno, às 22h22, daí ser este o meu número preferido.
 Cresci na cozinha do restaurante da minha mãe e fui obrigado a servir às mesas, arranjar a salsa, levantar as mesas, acender o lume, etc., até aos 14 anos ficar a tomar conta da cozinha. Isto até aos 18 anos, altura em que me fartei do cheiro a fritos e que as mulheres fugissem de mim… Estudei Jornalismo e trabalhei durante sete anos no jornal

El Cronista, acabando como crítico de música. Nesses sete anos percebi que a profissão de crítico não tinha muito que ver comigo. Como
«não podia criticar músicos se não sabia tocar duas notas», viajei pelo mundo fora. Uma viagem de moto só pela América Latina, como o Che, mas sem pendura; quase dois anos por África num 4×4. Voltei outra pessoa. No ano entre as viagens da Argentina e de África fiquei em Lisboa. Tornei a apaixonar-me pela cozinha, seguindo instintos ao invés de oportunidades.

Neste momento e chef dos restaurantes:  Sudaka Berlin. El Bulo Social Club Lisboa. Refeitorio Sr. Abel Lisboa e Areal Beach Bistro e Bom Bom Principe

Chef executivo da Cozinha Divina Catering,
da SATA Airlines, consultor de várias marcas e produtos.
Tem programas  de TV em Portugal, China, Alemanha.  E America Latina  em simultaneo…

Galeria Chakall

Chakall

Turbante Chakall

Turbante

Utilizo o turbante há dez anos. Ele serve para tudo e, na cozinha, é essencial para proteger o cabelo. As três coisas juntam-se numa só. O turbante serve para tudo, a faca é para a cozinha e o moleskin e para escrever o que penso na cozinha. É o conjunto que trago sempre comigo